Movimentação de materiais na cadeia de suprimentos

por | jan 14, 2022 | Movimentação de Materiais | 0 Comentários

A movimentação de materiais é uma parte importante da cadeia de suprimentos. Abrange principalmente o gerenciamento de estoque e o controle da movimentação, armazenamento e proteção de produtos e materiais em toda a fabricação, distribuição e descarte.

Inclui diversos tipos de equipamentos e sistemas de armazenamento, como armazenamento de nível único ou multinível e sistemas de esteiras transportadoras, por exemplo.

A movimentação de materiais, quando bem planejada, garante que os materiais sejam transportados com segurança pelas áreas das instalações, agiliza as atividades de trabalho e a organização do espaço, bem como, reduz os acidentes em locais que exigem o transporte de materiais ou cargas pesadas.

Movimentação de materiais na cadeia de suprimentos

A princípio, a movimentação de materiais ocorre em todas as etapas da cadeia de suprimentos de sua empresa, desde a fabricação até a distribuição.

Fabricação

Durante o processo de fabricação, você precisa mover e lidar com remessas de entrada e produtos acabados dentro de suas fábricas e espaços de armazenamento.

Transporte

O fabricante enviará os produtos para um atacadista ou armazém interno. Os produtos precisam ser manuseados e configurados como unidades para facilitar o transporte.

Armazenamento

Os produtos precisam ser descarregados com segurança e eficácia, bem como, movidos internamente dentro do armazém para diferentes racks ou prateleiras para que possam ser armazenados até que sejam despachados.

Distribuição 

Os materiais serão distribuídos para varejistas ou clientes e devem ser embalados e combinados em unidades despacháveis ​​e carregados em caminhões.

Equipamentos para movimentação de materiais

Existem diversos equipamentos que facilitam a movimentação de materiais, bem como, agilizam todo o processo, como listamos a seguir:

  • Empilhadeiras (retráteis, patoladas e contrabalanceadas);
  • Transpaletes ou paleteiras (manuais e elétricas);
  • Carrinhos industriais;
  • Guindastes (gruas, pinças ou multiangular, munk e pórticos ou semi pórticos);
  • Esteiras transportadoras (rodízios, rolos, esferas, correntes e correias planas ou côncavas;
  • Pontes rolantes;
  • Elevadores;
  • Taliscas;
  • Rebocadores e comboios;
  • Pás carregadeiras e minicarregadeiras.

EPI’s e EPC’s

Para cada trabalho existe um um equipamento de proteção correto a ser usado, mas de uma forma geral existem alguns que vão sempre estar na lista de prioridades.

Nesse sentido, não podemos deixar de citar os EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), especificamente destinados a proteção e saúde individual dos colaboradores, como luvas, capacetes, calçados e botas de segurança, protetores auriculares, óculos de segurança, máscaras, coletes e protetores de lombar.

Além disso, os EPC’s (Equipamentos de Proteção Coletiva) são extremamente obrigatórios para garantir a segurança dos colaboradores dentro do ambiente de trabalho. Por exemplo, os extintores de incêndio, cones, cavaletes, faixas de sinalização, alarmes e placas de sinalização.

Princípios para otimizar a movimentação de materiais

Acima de tudo, os métodos de movimentação de materiais são projetados com base nos princípios que citamos abaixo:

  1. Custo: Incentivar o gasto mínimo durante a movimentação de materiais.
  2. Informatização: Incentivar o uso máximo de computadores, assim como, sistemas de automação.
  3. Energia: Este princípio diz respeito ao consumo de energia.
  4. Ergonômico: Identificar as limitações e capacidades humanas para realizar o trabalho.
  5. Ecológico: Para garantir o menor impacto no sistema ecológico.
  6. Flexibilidade: Incentivar o uso de ferramentas e métodos utilizados em diferentes tipos de condições de trabalho.
  7. Gravidade: Promover a consideração do princípio da gravidade na movimentação de materiais.
  8. Layout: O princípio do layout está relacionado com a ordem sequencial das operações de movimentação de materiais.
  9. Manutenção: Realizar a manutenção e reparos regulares de máquinas e dispositivos.
  10. Mecanização: Implantar métodos de mecanização para acelerar o trabalho e reduzir os esforços humanos.
  11. Orientação: Estudar os processos e problemas existentes antes de entrar no planejamento preliminar.
  12. Planejamento: Planejar incluindo requisitos básicos, assim como, abordagens alternativas.
  13. Padronização: Incentivar a padronização de ferramentas e técnicas.
  14. Simplificação: Tornar o processo de movimentação de materiais o mais simples possível.
  15. Espaço: Incentivar o uso otimizado do espaço disponível.
  16. Sistema: Unir toda a cadeia de suprimentos, incluindo fornecedores, fabricantes, distribuidores, bem como, varejistas.
  17. Fluxo do sistema: Integrar o fluxo de material físico com o fluxo de dados.
  18. Segurança: Diz respeito às regras e regulamentos relacionados à segurança dos trabalhadores.

Incorpore esses princípios em seu processo de movimentação de materiais, para otimizar toda a atividade, ganhar tempo, bem como, reduzir custos.

Planejamento e otimização de rotas

Um processo confiável de movimentação de materiais também deve ser incorporado no seu processo de logística de saída.

Planeje rotas eficientes, considerando janelas de tempo, tempos de descarga, bem como, a capacidade do veículo.

Combine a logística reversa com suas rotas de entrega para coletar com eficiência devoluções ou embalagens reutilizáveis. Por exemplo, uma distribuidora de bebidas retira os engradados com as garrafas retornáveis, enquanto faz novas entregas para bares e restaurantes.

Enfim, realize um planejamento semanal para manter um processo de logística previsível em toda a sua operação, desde o armazenamento até a distribuição e entrega.

Otimize seus processos de movimentação de materiais com a PDA

Nossas soluções ajudam a gerenciar a movimentação de materiais desde o recebimento de matérias-primas até a expedição de produtos finais para um processo de fabricação, assim como, de armazenamento.

Além disso, oferecemos coletores de dados e tecnologia RFID que lhe auxiliam a mapear toda a movimentação de materiais, aumentando o controle da gestão do seu armazém.

Por fim, entre em contato para saber mais sobre nossas soluções e serviços!

– PDA Soluções –
Telefone: 11 2093-3327
E-mail: contato@pdasolucoes.com.br
LinkedIn | Instagram |  Facebook

Leia mais
Soluções tecnológicas para o varejo

Soluções tecnológicas para o varejo

As soluções tecnológicas para o varejo ajudam a equilibrar os sortimentos de estoque, gerenciar pedidos e acompanhar preços, bem como, reduzir filas e evitar perdas. O papel da tecnologia no setor de varejo afeta quase todos os aspectos dos negócios, tanto para o...

Controle de ruptura de estoque no varejo

Controle de ruptura de estoque no varejo

A ruptura de estoque no varejo está entre as experiências mais frustrantes para os clientes, tanto online, bem como, em lojas físicas. É provável que sua empresa dependa de clientes fiéis e satisfeitos para se manter produtiva e lucrativa, por isso, quando se trata de...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.