Cuidados na gestão de estoque de produtos perecíveis

por | jan 14, 2021 | Gestão de Estoque | 0 Comentários

Conheça os cuidados na gestão de estoque de produtos perecíveis que você deve tomar para tornar o seu controle eficaz e reduzir perdas!

Se você acha que a gestão de estoque de produtos perecíveis é apenas cuidar do prazo de validade dos produtos, você pode ter sérios problemas!

Acima de tudo, todo o processo deve ser cuidadosamente preparado levando em consideração as características de cada produto.

Afinal, outras variáveis podem colaborar para que o produto se deteriore, mesmo dentro da validade, já que os alimentos precisam de uidados específicos diferentes, como os congelados, por exemplo.

Além disso, comercializar produtos vencidos ou deteriorados é crime, que pode ser penalizado com multa ou até a interdição do estabelecimento.

O consumo desses alimentos pode causar intoxicação alimentar ou, até mesmo, levar a pessoa à morte. Sendo assim, o estabelecimento pode sofrer processos movidos por clientes, além de perder a credibilidade.

Os problemas da gestão incorreta do estoque de perecíveis

A princípio, o armazenamento inadequado de alimentos perecíveis irá resultar em problemas, como:

  • Rápida deterioração do alimento;
  • Contaminação cruzada;
  • Desperdício de produtos;
  • Dificuldade em encontrar o produto no estoque;
  • Rupturas no PDV;
  • Temperatura inadequada;
  • Gastos desnecessários.

Os principais cuidados na gestão de estoque de produtos perecíveis

Como vimos acima, uma gestão de estoque feita de forma errada, pode causar inúmeros transtornos e prejuízos.

Vejamos então os principais cuidados na gestão de estoque de produtos perecíveis, que visam evitar esses problemas e otimizar o seu controle:

Cuidados sanitários e de manuseio

Os cuidados sanitários e com o manuseio dos produtos são fundamentais para a eficácia de seu estoque. Afinal, a falta desses implicará na inutilização dos itens para o consumo.

Como cada tipo de produto requer um cuidado específico, as rotinas de limpeza e manuseio devem ser pensadas levando em consideração as necessidades de cada categoria de produtos.

Já a sua equipe precisa estar preparada e executar com precisão as rotinas de limpeza e os cuidados com o manuseio, bem como, cuidar da higienização dos equipamentos utilizados no processo para evitar a contaminação.

Ao mesmo tempo, vale ressaltar também os cuidados com o manuseio no empilhamento, pois, feitos de forma incorreta, podem gerar amassados que tornam o produto impróprio para consumo.

Enfim, vale destacar que sua equipe deve utilizar equipamentos de proteção individuais, de acordo com o tipo de produto.

Cuidados sanitários com a área de armazenamento

Da mesma forma, vamos conhecer também os cuidados com a área do armazenamento:

Áreas Internas

  • A área deve estar limpa, livre de resíduos e sujeiras;
  • O local deve ser fresco, ventilado e corretamente iluminado;
  • Feche os ralos quando não utilizados;
  • A área deve estar livre da presença de insetos, roedores, morcegos e pássaros;
  • O piso não pode apresentar inclinação e deve estar elevado com relação à rua;
  • Não pode haver vazamentos ou goteiras no teto, bem como, infiltrações ou umidade nas paredes;
  • As janelas precisam ter telas de malha para evitar insetos;
  • Qualquer abertura deve ser fechada de forma definitiva ou com telas apropriadas;
  • As lâmpadas precisam ter proteção plásticas que evitem a queda de cacos de vidro sobre os alimentos, em caso de quebra.

Áreas Externas

  • O local deve estar livre de materiais sem uso, entulhos e sucatas;
  • A área de carga e descarga precisa apresentar condições de umidade e temperatura que não interfiram nos produtos;
  • Todas as passagens devem ser devidamente limpas;
  • A grama deve ser mantida aparada e qualquer matagal deve ser eliminado;
  • A iluminação deve ser feita de forma a não atrair insetos noturnos.

Cuidados com transporte e embalagem

O transporte de perecíveis merece atenção redobrada, pois qualquer erro nesse processo pode inutilizar o produto antes mesmo de sua chegada ao armazém.

Em primeiro lugar, escolha corretamente o tipo de veículo para a operação, afinal, não podemos transportar produtos congelados em um veículo sem refrigeração.

Em seguida, atente-se para a embalagem no transporte que deve ser pensada afim de evitar a exposição a fatores que comprometam a integridade do produto.

Veja os pontos a serem levados em conta na escolha da embalagem:

  • Isolamento térmico – Utilize embalagens feitas de material apropriado, como o poliestireno expandido (EPS), espuma rígida de poliuretano e materiais reflexivos;
  • Vedação – Garanta que não haja nenhuma parte sem isolamento;
  • Previna a contaminação – Escolha embalagens específicas para o transporte de perecíveis, evitando a contaminação cruzada. Utilize um material absorvente na parte de baixo, para que não haja acúmulo de água.
  • Material Refrigerante – Para manter os produtos congelados, utilize gelo seco. Para produtos resfriados utilize o gel refrigerado. Distribua o material nas laterais e partes superior e inferior;
  • Tempo – Calcule o tempo de transporte e adicione material refrigerante para uma validade maior em caso de imprevistos.

Cuidados com a armazenagem

Antecipadamente, verifique se o espaço que vai acomodar a carga está preparado, de acordo com os cuidados sanitários descritos acima.

Além disso, faça um empilhamento que favoreça a circulação de ar, isso ajuda a garantir que a temperatura e a umidade sejam uniforme em todos os pontos.

Do mesmo modo, utilize cortinas de ar ou de PVC, elas criam uma espécie de barreira, aumentando a eficiência do resfriamento.

Adote o uso de pallets de aço que evitam o acúmulo de pragas, sujeira, poeira, fungos e mofos, bem como, favorecem a higienização.

Por fim, respeite o limite de empilhamento de cada produto, uma caixa a mais pode inutilizar toda a carga.

Cuidados com o controle de estoque

Antes de mais nada, além de todos os cuidados anteriores, fazer um controle dos prazos de validade é fundamental.

Ao mesmo tempo, você precisa controlar a ordem de chegada dos produtos. Isso fará toda a diferença na sua organização.

Fazer esse controle manualmente com eficácia é quase impossível, por isso, tenha um sistema que realize esse controle.

Com um estoque organizado, sua equipe consegue localizar e despachar o produto com agilidade, dando prioridade para o produto que entrou primeiro.

Essa estratégia é essencial para produtos perecíveis, o primeiro que entra é o primeiro que sai (FIFO – First in, first out), evitando o envelhecimento ou o vencimento do produto.

O uso da tecnologia na gestão de estoque de produtos perecíveis

Definitivamente, a gestão de estoque de produtos perecíveis é um processo delicado, mas que pode ser otimizado através da implantação de soluções tecnológicas.

A PDA possui soluções que automatizam seus processos e podem ser customizadas de acordo com a sua necessidade.

Controle com facilidade a data de validade, a posição da mercadoria, lote, movimentação, recebimento, expedição, conferências, e muito mais!

Quer saber mais sobre as nossas soluções? Entre em contato conosco!

– PDA Soluções –
Telefone: 11 2093-3327
E-mail: contato@pdasolucoes.com.br
LinkedIn | Instagram |  Facebook

Leia mais
Soluções tecnológicas para o varejo

Soluções tecnológicas para o varejo

As soluções tecnológicas para o varejo ajudam a equilibrar os sortimentos de estoque, gerenciar pedidos e acompanhar preços, bem como, reduzir filas e evitar perdas. O papel da tecnologia no setor de varejo afeta quase todos os aspectos dos negócios, tanto para o...

Controle de ruptura de estoque no varejo

Controle de ruptura de estoque no varejo

A ruptura de estoque no varejo está entre as experiências mais frustrantes para os clientes, tanto online, bem como, em lojas físicas. É provável que sua empresa dependa de clientes fiéis e satisfeitos para se manter produtiva e lucrativa, por isso, quando se trata de...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.